quinta-feira, 19 de novembro de 2009

MANTRAS


MAHA MANTRA - O GRANDE MANTRA DA FELICIDADE

A palavra mantra vem do sânscrito, "man" que significa "mente" ou "pensamento" e "tra" significando "proteger" "socorrer". Assim, a palavra "mantra" quer dizer : proteger nossas mentes de maus pensamentos.

O mantra é um texto sagrado e ritmado que eleva os pensamentos fazendo da mente um "cálice sagrado" para receber a mente pura e elevada do nosso Eu Superior.

A literatura védica antiga da Índia reconhece o mantra de Krishna como sendo o "maha" que significa "grande, riqueza, abundancia" ou "festa, felicidade" – MAHA MANTRA.

Assim, o Hare Krishna é o "Grande" mantra da "Felicidade", ou seja: "O melhor mantra para proteger a mente contra pensamentos de infelicidade".

Hare Krishna, Hare Krishna,
Krishna Krishna, Hare Hare,
Hare Rama, Hare Rama,
Rama Rama, Hare Hare.

- As dezesseis palavras deste mantra são um grande poder de manifestação da energia do chakra da Garganta. O chakra da garganta é o chakra da energia do primeiro raio da vontade divina. Os Mestres Ascensos nos ensinam que a sabedoria está em meditar sempre com nosso Eu Superior antes de utilizarmos o poder das 16 pétalas do chakra da garganta.

Este mantra nos traz a consciência natural original de nossa divina meta ou "plano de vida".

Praticando este mantra encontramos a alegria de viver novamente no caminho de volta ao Pai. O caminho em direção à nossa origem na "Criação".

- O nome Krishna significa “a atração-suprema”, ou "azul marinho escuro"

- O oitavo Avatara a encarnar Vishnu. O azul marinho é a cor do raio da Vitória. A verdadeira manifestação do poder da vontade divina. A vontade de Deus.

- Vishnu é o Professor, o Mantedor da Criação do Pai.

- O nome Rama significa “o alegria-suprema” Felicidade.

- O sétimo Avatara a encarnar Vishnu.

- Hare é uma suplica à intercessão da divindade.


Portanto, o maha-mantra significa: “Ó Senhor todo-atrativo e todo-alegria, Ó energia do Senhor, por favor aceita-me em Vosso serviço devocional.”

Em português, poderia ser entoado assim:

"Dá-me a Vontade Divina, Dá-me a Vontade Divina,
Vontade Divina, Vontade Divina, Dá-me, Dá-me.
Dá-me Alegria, Dá-me Alegria,
Alegria, Alegria, Dá-me, Dá-me."

terça-feira, 17 de novembro de 2009

ÁRATI - DEVOÇÃO...

video




Significado do Árati
Considerado o ápice dos rituais religiosos, o Árati é uma cerimônia predominantemente hindu, apesar de fazer parte de outras tradições religiosas. Consiste em oferecer a Deus círculos de luz feitos com uma lamparina de um, cinco ou mais pavios acesos. Também denominado Mangala–Árati, é uma maneira de servir a Deus com elementos do Universo criado por Ele. As horas sagradas para a realização do Árati são a madrugada e o crepúsculo. No Árati vespertino, Deus, em suas diversas formas, é venerado com luz e às vezes com água, um lenço, uma flor e um abanador, chamado châmara. Lamparinas de cânfora também podem ser usadas.

O Universo segundo o Hinduísmo
De acordo com o hinduísmo o Universo é constituído de cinco elementos. No princípio era Um, que deu origem a cinco elementos sutis: som, aroma, tato, forma e sabor, que se tornaram espaço, terra, ar, fogo e água. Toda a criação — sutil e densa — resulta desses cinco elementos, cuja representação oferecemos a Deus ao oscilarmos a lamparina. É como se a Ele disséssemos: — A Ti ofertamos, com toda humildade, o que de Ti recebemos. Proteja-nos, nós Te pedimos. — Deus não tem forma, mas para benefício do devoto Ele assume várias formas. Deus em seus dois aspectos — com forma e sem forma — pode ser adorado com esses cinco elementos

OM NAMOH SHIVAYA

OM NAMOH SHIVAYA
Rishikesh - Shiva